Blog / Mais de 210 mil empreendedores têm dívidas com a Receita Federal só no Paraná



Desde o início da semana é grande o movimento na Sala do Empreendedor de Maringá. A maioria dos atendimentos é voltada a microempreendedores individuais (MEIs) dispostos a regularizar suas dívidas com a Receita Federal por meio do Mutirão da Renegociação. Segundo o órgão, são 14,9 mil cadastros no município e, desse total, 55,8% estão com boletos atrasados. No Paraná, o número chega a 210 mil inadimplentes.

Para ajudar os mais de 8,3 mil inadimplentes de Maringá na regularização das dívidas, o Sebrae/PR lançou a campanha de parcelamento de dívidas. Quem aderir ao programa até dia 2 de outubro poderá parcelar o montante em até 120 parcelas, em caso de dívidas acumuladas até maio de 2016. Para débitos vencidos após essa data, o parcelamento será de, no máximo, 60 meses. O valor mínimo da parcela é de R$ 50.

“Muitos acabaram inadimplentes ao longo dos anos por desconhecimento, desestímulo ou falta de informação. Muitos se formalizaram por estarem desempregados e em pouco tempo retornaram ao mercado de trabalho, deixando ativa sua opção empresarial e isto gerou dívidas. É uma grande oportunidade para ficar em dia com a Receita Federal e cumprir com as obrigações fiscais evita uma série de transtornos”, diz o consultor Luiz Marcelo Padilha, coordenador estadual de políticas públicas do Sebrae/PR.

Padilha orienta os microemprendedores a não deixarem de aderir ou mesmo buscar ajuda na última hora, em virtude que existem pré-requisitos para o parcelamento das dívidas. Vale ressaltar que é preciso estar em dia com a Receita para ter acesso aos direitos previdenciários como aposentadoria, auxílio-doença ou licença-maternidade, além de poder participar de licitações públicas.

Adesão

A solicitação de adesão pode ser feita pelo site da Receita Federal ou pelo Portal do Empreendedor. O MEI tem ainda a opção de ir até a Sala do Empreendedor e solicitar ajuda para calcular o parcelamento, considerando o maior número de parcelas possível e o valor da parcela mínima.

Fonte: Paraná Portal


Multas para quem não pagar impostos em dia chega a 20$ mais inflação, porém o MEI pode parcelar!
CLIQUE AQUI E CONFIRA!

 

Newsletter