Blog / Como não cair na malha fina da Receita Federal



O maior temor dos microempreendedores individuais, simples nacional e profissionais liberais é, obviamente,  abrir falência. E você sabe o que vem em segundo lugar? Cair na malha fina.

E olha que esses dois medos andam juntos. Cair no fisco rende muita dor de cabeça as multas geradas por falhas na declaração do Imposto de Renda e acabam atrapalhando a saúde financeira de seus negócios.  

A solução é bem simples: não cair na malha fina!

Tarefa difícil? Não é tão complicado se estes profissionais optarem por sistemas que organizem todo o histórico tributário de seus negócios.  

Marcos Rodrigues, presidente do Contabfácil, ferramenta online que trata de toda a contabilidade de empresas do Simples Nacional, Profissionais Liberais e MEIs, entende utilizar um sistema online é a melhor forma de se organizar para não cair na malha fina, mas alerta que a forma de não ser pego é estar em dia com suas obrigações fiscais e ser assessorado por um contador competente, que pode ser um serviço online. O serviço aproxima a sua relação com seu contador a um custo muito mais interessante e seguro.


Médicos e Malha Fina, uma relação tumultuada
Quem corre grande riscos de cair na malha fina são os médicos. Isto ocorre devido aos recibos que eles emitem e que são utilizados para abater no IR. Porém, o risco não está na emissão de recibos e sim no controle dos recibos emitidos – e é neste momento que o controle inteligente destes recibos entra em ação:

“Os médicos precisam ter uma solução web onde se possa armazenar esta informação de forma organizada. A não declaração destes recibos e os preenchimentos equivocados é que fazem eles caírem na malha fina do fisco, por isso o sistema online reduz a quase zero este risco.” alerta Marcos Rodrigues.

Alerta vale para todos os profissionais
E não são apenas os médicos que precisam estar atentos com o leão. Qualquer profissional que não tenha controle sobre a sua contabilidade tem o risco de cair na malha fina, tanto que Marcos Rodrigues explica que ter este controle não é apenas a gestão dos documentos e também escolher uma empresa e profissional que lhe de o suporte necessário – e sendo online, o controle será ainda maior e mais seguro.

Newsletter